Xubuntu

Capítulo 9. Gerir aplicações instaladas

Índice

Utilizar o Gnome Software
Repositórios de software adicionais
Instalação de pacotes sem uma ligação à Internet
Alterar a frequência de atualização e comportamento

No Xubuntu, não precisa de fazer o download e instalar pacotes separadamente. Em vez disso, repositórios contêm conjuntos de pacotes. Estes repositórios são então acedidos com gestores de pacotes a fim de adicionar, remover ou atualizar os pacotes.

O Xubuntu é fornecido com dois gestores de pacotes instalados:

[Nota]

Será necessário acesso de administrador para adicionar e remover software.

[Cuidado]

Na maioria dos casos só pode utilizar um gestor de pacotes de cada vez. Se iniciar um outro gestor de pacotes enquanto um já está aberto, poderá receber uma mensagem de erro. Neste caso é provável que o segundo gestor de pacotes não irá funcionar corretamente.

Utilizar o Gnome Software

You can launch Gnome Software from Software.

Instalação de novo software

  • Procure uma aplicação ou selecione uma categoria para encontrar uma aplicação que deseja instalar

  • A partir da página da aplicação, clique em Instalar

  • Será solicitado para inserir a sua senha; uma vez isso feito, a instalação começará

  • Um atalho para a aplicação será adicionado ao menu Aplicações

[Nota]

Para ser capaz de instalar novo software a partir dos repositórios, necessitará de estar conectado à Internet. Veja Capítulo 10, Gestão de Pacotes Offline para informações sobre como usar apt-offline.

Remoção de software

  • Clique em Instalado no painel superior

  • Procure a aplicação que deseja remover usando a caixa de busca ou olhando através das aplicações instaladas

  • Selecione a aplicação e clique em Remover

  • Poderá ser solicitado para inserir a sua senha; uma vez isso feito, a aplicação será removida

[Cuidado]

Algumas aplicações dependem de outras para poderem funcionar correctamente. Se tentar remover um aplicação que é necessária por outra aplicação, ambas serão removidas. Será solicitada a confirmação de que é isso que pretende que aconteça antes das aplicações serem removidas.

[Nota]

O Gnome Software não remove as dependências instaladas por um pacote. Para remover quaisquer dependências não mais necessárias, execute sudo apt-get autoremove num terminal. Antes de concordar com a continuação do comando, verifique se os pacotes que estão marcados para remoção são os esperados.

Repositórios de software adicionais

Permitir mais repositórios

É possível adicionar repositórios extras, tais como os fornecidos por terceiros. Para habilitar mais repositórios de software:

  • Open Settings ManagerSoftware & Updates or SoftwareSoftware & Updates and go to the Other Software tab

  • Prima Adicionar... para adicionar um novo repositório

  • Introduza a linha APT para o repositório extra. Esta opção está disponível a partir do site do repositório na maioria dos casos e deve ser algo como o seguinte: deb http://ftp.debian.org etch main

  • Pressione Adicionar Fonte e de seguida clique em Fechar para guardar as alterações.

  • Será notificado que a informação sobre o software disponível está desatualizada. Clique em Atualizar.

  • A maioria dos repositórios de software utilizam uma chave GPG para assinar digitalmente os arquivos que fornecem, o que torna fácil de verificar que os arquivos não foram alterados desde a sua criação. A chave deve estar disponível para transferência no site do repositório. Depois de ter transferido a chave GPG, importe a chave selecionando a aba Autenticação, clicando em Importar ficheiro da chave, e em seguida, selecionando a chave GPG para ser importada.

[Cuidado]

Tenha cuidado ao instalar programas de repositórios de terceiros. Podem não ter sido oficialmente testados no Xubuntu e causarem danos no sistema.

Software restrito e não-livre

A maioria do software disponível para o Xubuntu é software livre, com código fonte aberto. Este software pode ser livremente instalado e utilizado por qualquer pessoa e todas as pessoas podem modificá-lo e redistribuí-lo se assim o desejarem. O Xubuntu é construído a partir deste tipo de software.

Software não-livre é o software que não é de livre distribuição ou modificável. Isso torna difícil para os programadores Xubuntu melhorar o software e corrigir problemas, então é normalmente recomendado que em vez disso use software livre.

Software restrito é o software que possui restrições à sua utilização, impedindo que ele seja classificado como software livre. Software não-livre é um tipo de software restrito, onde as restrições são devidas ao fato de o software possuir uma licença não-livre. Outras razões para o software ser classificados como restrito inclui questões jurídicas (o uso de determinados tipos de software é ilegal em alguns países) e questões de patentes (algum software requer uma licença de patente para ser usado legalmente).

Em alguns casos, o software restrito é a única opção. Tais casos incluem software para a reprodução de certos formatos de áudio e vídeo, algumas fontes e alguns controladores de placas de vídeo.

Deverá ser avisado pelo gestor de pacotes quando tentar instalar software restrito. Se o software restrito não pode ser usado legalmente no seu país, então pouco poderá fazer; não deverá instalar o software. Se o software é restrito simplesmente porque não é livre, poderá optar por usá-lo (por exemplo, no caso de controladores gráficos). Esteja ciente de que a maioria do software restrito não é suportado no Xubuntu e problemas com esse tipo de software muitas vezes não podem ser corrigidos pelos programadores Xubuntu.

[Atenção]

Por vezes é difícil de determinar o porquê de um pacote de software ser restrito. Se este for o caso, procure aconselhamento em Ubuntu Forums. Se ainda assim não conseguir encontrar a explicação para a restrição do pacote, seja cauteloso e não instale; poderá ser ilegal usá-lo no seu pais.

Instalação de pacotes sem uma ligação à Internet

Adicionar discos como fontes de software

Para adicionar um disco como uma fonte de software para o seu sistema:

  • Inserir o disco que contém os pacotes; por exemplo, o disco de instalação do Xubuntu que vem com uma seleção limitada de pacotes

  • Open Settings ManagerSoftware & Updates and go to the Other Software tab

  • Prima o botão Adicionar Volume...; ser-lhe-á solicitada a sua senha

Depois de adicionar o disco às fontes de software, será capaz de instalar os pacotes a partir do disco.

Aplicação útil

Se tiver menos do que o acesso ideal à Internet, apt-offline permite-lhe utilizar outro computador com melhor acesso para transferir pacotes e verificar se há atualizações de pacotes, como correções de segurança. Tudo o que necessita é de tempo, paciência e um dispositivo USB portátil de armazenamento. Um exemplo de utilização para aprender mais sobre isso pode ser encontrado em Capítulo 10, Gestão de Pacotes Offline.

Alterar a frequência de atualização e comportamento

You can change the frequency of the check and the way in which updates are handled. When Software Updater runs and presents you with its dialog, there is a Settings button at the bottom. Pressing this will open the Software Sources dialog at the Updates tab. Alternatively, you can access the settings dialog by going to Settings ManagerSoftware & Updates and opening the Updates tab.

As seguintes configurações podem ser alteradas nesta caixa de diálogo:

Atualizar fontes

  • Atualizações de segurança importantes - Atualizações que corrigem falhas de segurança críticas são disponibilizados através desta fonte. É recomendado que todos os utilizadores deixem esta fonte habilitada (que deve estar activada por predefinição).

  • Atualizações recomendadas - Atualizações que corrigem problemas sérios de software (que não são falhas de segurança) são disponibilizados através desta fonte. A maioria dos utilizadores quererá deixar esta fonte activada uma vez que problemas comuns e irritantes são muitas vezes corrigidos com estas atualizações.

[Cuidado]

As seguintes atualizações devem ser utilizadas ​​com cautela.

  • Atualizações pré-lançadas - Atualizações que estão sendo testadas antes de serem disponibilizadas para todos são fornecidos através desta fonte de atualização. Se pretender ajudar a testar novas atualizações (e obter correções para problemas mais rapidamente), active esta fonte. Esteja ciente de que estas actualizações podem ainda não ter sido bem testadas; não é recomendável que ative esta fonte a menos que esteja preparado para enfrentar problemas ocasionais.

  • Atualizações não suportadas - Quando novas versões de software popular são lançados, às vezes elas são "backported" para uma versão mais antiga do Xubuntu para que os utilizadores possam beneficiar de novas funcionalidades e correções de problemas. Estes backports não são suportados, podem causar problemas quando instalados e só devem ser usados por pessoas que se encontrem com verdadeiras necessidades de novas versões de um pacote de software que eles sabem que foi portado atrás.

Notificações de novas versões do Xubuntu

Esta seção do Atualizador de software lida com a forma como deseja que versões futuras lhe sejam oferecidas. Existem três opções:

  • Para qualquer versão - Receberá notificações de todos os novos lançamentos, uma vez em 6 meses

  • Para versões de suporte de longo prazo - Receberá notificações de novas versões de suporte de longo prazo, uma vez em 2 anos

  • Nunca - Nunca receberá notificações de novos lançamentos

[Nota]

Optar por notificações para versões de suporte de longo prazo (LTS) é geralmente a opção recomendada, especialmente se estiver a executar o Xubuntu numa máquina produção e/ou precisar de estabilidade máxima.

[Atenção]

Não é recomendado usar a configuração Nunca. Isso o deixará com um sistema sem suporte, a menos que se lembre de atualizar manualmente com frequência suficiente. Adicionalmente irá perder correções de erros, atualizações para problemas potenciais de segurança e melhorias no suporte ao hardware. Ver Capítulo 2, Migrar e atualizar para mais informações sobre como atualizar o Xubuntu e extensão de suporte a versões.

Outras opções

As atualizações de pacotes podem ser agendadas a partir do ambiente de trabalho e pode alterar como e quando o sistema se atualiza.

  • Frequência de verificação - Permite-lhe agendar quando verificar se há atualizações

  • Verificar e instalar atualizações automaticamente - Permite-lhe definir se o sistema transfere e instala atualizações sem confirmação ou transfere todas as atualizações em segundo plano, mas espera para serem instaladas manualmente

  • Exibindo notificações sobre atualizações de segurança - Permite-lhe definir quando é que o sistema o notificará sobre atualizações de segurança disponíveis